Auto-Eficácia: uma avaliação do formando universitário frente à transição para o mercado de trabalho

Autores

  • Marjorie Cristina Rocha da Silva
  • Vinícius Eduardo Ferraz
  • Yeda Cirera Oswaldo

Resumo

Existem questões importantes como a importância da percepção interior, que começam a tomar forma quando o jovem universitário transita entre o fim do curso superior e o ingresso no mercado de trabalho, e na medida em que ele se sente capaz e preparado para enfrentar esses novos desafios. O presente estudo procurou-se evidenciar a crença dos estudantes em sua capacidade frente à transição para o mercado de trabalho. Foram avaliados 56 estudantes do último ano dos cursos de Administração, Pedagogia e Psicologia, com idades entre 21 a 55 anos, sendo a maioria do gênero feminino. Foi utilizada uma escala de auto-relato e a coleta dos dados foi feita de forma coletiva, frente à concordância voluntária. Os resultados evidenciaram confiança moderada na capacidade para ter sucesso na transição para o trabalho. Foram verificados valores ligeiramente diferentes somente em relação aos participantes na faixa etária acima de 30 anos em uma das dimensões. Convém que sejam realizados outros estudos envolvendo maior quantidade de sujeitos a fim de generalizar tais resultados.

Downloads

Publicado

2015-07-15

Edição

Seção

Artigos