Análise da Incapacidade Funcional dos Membros Inferiores em Mulheres com Síndrome da Dor Femoropatelar

Autores

  • Diogo M. Paschualeto
  • Thiago Pedro Vicente da Silva
  • Fulviana Silva Nishiyama
  • Márcio Rogério de Oliveira
  • Cynthia Gobbi
  • Leonardo Shigaki
  • Christiane G. Macedo
  • Rubens Alexandre da Silva Junior

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-9524.2015v7n1p%25p

Resumo

A Síndrome da Dor Femoropatelar (SDFP) é uma dor usual, sendo uma das desordens mais comuns que afeta o mecanismo extensor do joelho, sendo mais frequente em mulheres jovens fisicamente ativas. Recentemente, o Lower Extremity Functional Scale (original inglês) ou Escala Funcional de Membros Inferiores (LEFS), foi traduzido e validado no Brasil e é caracterizado por ser um instrumento designado para avaliar a funcionalidade. O objetivo deste estudo foi avaliar a funcionalidade de indivíduos com SDFP por meio da escala de LEFS, e verificar se este instrumento é capaz de discriminar o estado funcional do grupo patológico quando comparado ao grupo controle.. Participaram do estudo 20 pacientes do sexo feminino com idade média entre 18 e 25 anos. O questionário LEFS foi aplicado em todos os participantes. O grupo SDFP apresentou uma pontuação significantemente (p<0,05) mais baixa (média = 74,7 e DP= 11,3) no questionário LEFS do que o grupo controle (média = 79,4 e DP = 0,69). Podemos concluir que a utilização do questionário LEFS é bastante viável se utilizado para diagnóstico da SDFP em pacientes jovens como as utilizadas neste estudo, sendo uma boa ferramenta complementar no meio clínico.

Downloads

Publicado

2015-10-06

Edição

Seção

Artigos