A VIVÊNCIA DA FOCALIZAÇÃO SEGUNDO A PERSPECTIVA DE GRADUANDOS EM ADMINISTRAÇÃO

Autores

  • João Carlos Caselli Messias
  • Fernando Perssotto

Resumo

Competências comportamentais como habilidades sociais, capacidade para trabalhar em equipe, autoconhecimento, controle emocional e intuição, entre outras, têm sido cada vez mais valorizadas nos ambientes de trabalho em geral. O presente estudo buscou experimentar a prática da Focalização como recurso potencial para o desenvolvimento de tais competências. Para tanto, 46 graduandos de Administração de uma IES do interior paulista submeteram-se a essa pratica ao longo de 14 semanas e manifestaram suas opiniões ao final do processo escrevendo sobre como foi a experiência. Onze categorias foram identificadas a partir da análise das respostas e as correlações entre elas corroboram razões que levaram os participantes a avaliarem positiva ou negativamente a oportunidade. Para cerca de um quarto dos pesquisados, a Focalização mostrou-se significativa, proporção coerente com resultados de pesquisas na área. Levanta-se a hipótese de que essas pessoas tenham níveis mais elevados de experienciação. Limitações e propostas também foram analisadas.

Downloads

Publicado

2015-08-28

Edição

Seção

Artigos