Medidas de Tendência Central: Análise da Qualidade das Questões do ENEM de 2016 a 2018

Autores

  • Talita Emidio Andrade Soares Universidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. ES, Brasil.
  • Denilson Junio Marques Soares Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Piumhi. MG, Brasil. Universidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. ES, Brasil. https://orcid.org/0000-0003-3075-3532
  • Wagner Dos Santos Universidade Federal do Espírito SantoUniversidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. ES, Brasil. Universidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Física. ES, Brasil https://orcid.org/0000-0002-9216-7291

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5634.2021v14n1p119-128

Resumo

Resumo
O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) tem se constituido como uma das principais políticas de avaliação da qualidade da educação básica brasileira. A expansão do exame e as atribuições a ele investidas tornaram imprescindíveis as discussões acerca da sua estrutura e qualidade. Com o intuito de contribuir para esta temática, este artigo tem o objetivo de analisar a qualidade de 11 itens de Matemática das provas do ENEM de 2016 a 2018, que se referem às Medidas de Tendência Central: média aritmética simples e ponderada, mediana e moda. Para isto, adotou-se uma metodologia predominantemente quantitativa e exploratória, desenvolvida a partir da aplicação de técnicas psicométricas a uma amostra representativa de participantes do exame. Os resultados apontaram para itens adequados e bem estruturados, que privilegiam o raciocínio lógico e a interpretação. A análise pedagógica indicou para a comum confusão entre os conceitos de média aritmética simples e ponderada, que representam a grande maioria dos itens analisadas. Espera-se que os resultados obtidos possam esclarecer alguns conceitos da psicometria e auxiliar no processo de ensino e aprendizagem de estatística na educação básica.

Palavras-chave: Medidas de Tendência Central. Psicometria. Análise de Itens. ENEM.

Abstract
The National High School Examination (ENEM) has become one of the most of the main Brazilian quality evaluation policies in the field of basic education. The expansion and attributions invested in the test make indispensable the discussions about its structure and quality. In order to contribute to this theme, we propose to analyze 11 Maths questions to ENEM from 2016 to 2018 and related to Measures of Central Tendency: arithmetic mean; weighted arithmetic mean, median and mode. It was used a quantitative and exploratory methodology, developed through psychometrics methods applied to a significant sample of students that made the exam. The results pointed to well-structured items, that favor logical reasoning and interpretation and that have an excellent ability discriminate groups with different levels of. Its highlight the confusion between concepts of arithmetic mean and weighted arithmetic mean, that represent the most of the questions analyzed. It is hoped that this research may help clarify some concepts of psychometry and can assist in the teaching-learning process of statistics in basic education.
Keywords: Measures of Central Tendency. Psychometry. Item Analysis. ENEM.

Biografia do Autor

Denilson Junio Marques Soares, Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Piumhi. MG, Brasil. Universidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. ES, Brasil.

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre em Estatística Aplicada e Biometria e Licenciado em Matemática pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), com período sanduíche na Technische Universität München (TUM), Alemanha. Professor EBTT do Instituto Federal de Minas Gerais, Campus Piumhi.

Wagner Dos Santos, Universidade Federal do Espírito SantoUniversidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. ES, Brasil. Universidade Federal do Espírito Santo, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação Física. ES, Brasil

Doutor em Educação pela UFES. Professor dos Programas de Pós-graduação em Educação e em Educação Física da UFES. Líder do Instituto de Pesquisa em Educação e em Educação Física (Proteoria). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq 2.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Edição

Seção

Artigos