Nível de Conhecimento dos Adolescentes das Escolas do Município de Itajaí-SC Sobre o Vírus Papiloma Humano (HPV)

Autores

  • Fernanda Suélly Schuaisa Badotti Universidade do Vale do Itajaí, Curso de Medicina. SC, Brasil
  • Renata Barth Almeida Universidade do Vale do Itajaí, Curso de Medicina. SC, Brasil
  • Maria Regina Orofino Kreugera Universidade do Vale do Itajaí, Curso de Medicina. SC, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.17921/2176-5626.n17p2-8

Resumo

  A adolescência constitui um período de maior risco de infecção pelo HPV, sendo esse considerado o principal fator de desenvolvimento do câncer de colo uterino. A fim de avaliar o nível de conhecimento de estudantes de escolas do município de Itajaí-SC acerca do HPV e suas vacinas, promover a difusão das informações sobre medidas profiláticas, formas de infecção e prevenção do HPV, realizou-se este estudo direcionado aos alunos do Ensino Fundamental e Médio de três colégios do município de Itajaí-SC, contando com 315 participantes, de idades variando entre 10 e 19 anos. O levantamento ocorreu através de questionário realizado nas próprias salas de aula. O estudo revelou que quase a totalidade dos alunos já ouviu sobre o HPV, e apontaram as relações sexuais como principal maneira de transmissão. Somente metade dos participantes afirma que ambos os sexos podem ser infectados. Menos da metade dos participantes confirma ter recebido a vacinação. A pesquisa apontou que há predomínio de participantes com compreensão das informações básicas sobre o HPV e suas vacinas. Conquanto, o conhecimento é menor sobre as formas de transmissão, prevenção e do fato de que ambos os sexos podem ser infectados e vacinados.

Palavras-chave: Adolescência, Papiloma Vírus Humano. Vacinação.

Abstract

Adolescence is a period of increased risk of HPV infection, which is considered the main factor in the cervical cancer development. In order to evaluate the students’ knowledge level of the municipality of Itajaí-SC on HPV and its vaccines, promote the dissemination of information on prophylactic measures, forms of infection and prevention of HPV, this guided study was performed to students of the three schools in the municipality of Itajaí-SC, with 315 participants, ranging from 10 to 19 years old. The survey was carried out through the questionnaire performed in the classrooms. The study revealed that almost all of the students have heard about HPV, and point out how sexual intercourse is the main transmission mode. Less than half of the participants stated the two sexes that can be infected. Less than half of the participants confirmed having received the vaccine . The research is based on knowledge about participants with information about HPV and its vaccines. However, knowledge is shorter about forms of transmission, prevention and the fact that both sexes can be infected and vaccinated.

Keywords: Adolescence. Human papillomavirus. Vaccination.

Biografia do Autor

Fernanda Suélly Schuaisa Badotti, Universidade do Vale do Itajaí, Curso de Medicina. SC, Brasil

ACADÊMICA DO CURSO DE MEDICINA UNIVALI - CENTRO DE CIÊNCIAS E SAÚDE.

GRADUADA EM FONOAUDIOLOGIA PUCPR

 

Referências

BOGAZ C; AMORIM AC. Ministério da Saúde. 2016. Disponível em: .>. Acesso em: 8 fev. 2017.

BOMFIM, S.S. Orientação sexual na escola: tabus e preconceitos, um desafio para a gestão. Salvador: Universidade do Estado da Bahia, 2009.

BRASIL. Ministério da Saúde. Comitê permanente de acompanhamento da vacina do HPV. Brasilia: Ministério da Saúde, 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Novo calendário vacinal de 2017. 2017. Disponível em: http://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2017/marco/03/Novo-calendario-vacinal-de-2017.pdf. Acesso em: 20 out. 2017.

BRÊTAS, J.R.S. et al. Conhecimentos de adolescentes sobre doenças sexualmente transmissíveis: subsídios para prevenção. Acta Paul. Enferm., v.22, n.6, p.786-792, 2009. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002009000600010.

BURD, E.M. Human papilloma vírus and cervical cancer. Clin. Microbiol. Rev., v.16, n.1, p.1-17, 2003.

CAETANO, J.C.S.; SILVEIRA, C.L.P. Abordagem do HPV na escola: caminhos e questionamentos no terceiro ano do ensino médio. 2006. Disponível em: http://30reuniao.anped.org.br/posteres/GT23-3583--Int.pdf. Acesso em: 15 fev. 2017.

CARVALHO, J.J.L.; OYAKAWA, N. I Consenso brasileiro de HPV. Sao Paulo: BG Cultural, 2000.

CONCEIÇÃO, C.V.; MORAES, M.A.A. Orientações sobre vacinação contra o HPV em escolas públicas no interior do Estado de São Paulo. Caminho Aberto Rev. Extensão IFSC, v.3, n.5, p.57-60, 2016.

FEDRIZZI, E.N. Epidemiologia da infecção genital pelo HPV. Rev. Bras. Pat. Trato Gen. Inf., v.1, n.1, p.3-8, 2011.

FERREIRA C.; MATOS AA; OLIVEIRA B. Cancro do colo do útero: o que sabem as jovens? Rev. Port. Med. Geral Fam., v.29, p.226-234, 2013

JEON, S.; LAMBERT, P.F. Integration of human papillomavirus type 16 DNA into the human genome leads to increased stability of E6 and E7 mRNAs: implications for cervical carcinogenesis. Proc. Natl. Acad. Sci., v.92, p.1654-1658, 1995

KLIEGMAN, R.M.; BEHRMAN, R.E.; JENSON, H.B.N. Tratado de pediatria. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

LUZ, N.N.N. et al. Acadêmicos, a percepção sobre o papilomavírus humano e sua relação como câncer cervical. Semina Ciênc. Biol. Saúde, v.35, n.2, p.91-102, 2014.

MANSI, J.A.Vaccination against human papillomavirus. CMAJ, v.177, n.2, p.1524, 2007. doi: 10.1503/cmaj.1070118

MOLIJN, A. et al. Molecular diagnosis of human papillomavirus (HPV) infections. J. Clin. Virol., v.32, p.43-51, 2005. doi: 10.1016/j.jcv.2004.12.004

NADAL, L.R.M.; NADAL, S.R. Indicações da vacina contra o papiloma vírus humano. Rev. Bras. Coloproct., v.28, n.1, 2008. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-98802008000100019

NAUD, P. et al. Factors predicting intermediate endpoints of cervical cancer and exposure to Human papillomavirus (HPV) infections in young women screened as potential targets for prophylactic HPV vaccination in south of Brazil. Eur. J. Obstet. Gynecol. Reprod. Biol., v.1, n.124, p.110-118, 2006. doi: 10.1016/j.ejogrb.2005.02.001

OSIS, M.J.D.; DUARTE, G.A.; SOUSA, M.H. Conhecimento e atitude de usuários do SUS sobre o HPV e as vacinas disponíveis no Brasil. Rev. Saúde Pública, v.48, n.4, p.123-133, 2014. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0034-8910.2014048005026.

PANOBIANCO, M.S. et al. O conhecimento sobre HPV entre adolescentes estudantes de graduação em enfermagem. Texto Contexto Enferm., v.1, n.22, p.201-207, 2013.

ROSA, M.I. et al. Papiloma vírus e neoplasia cervical. Cad. Saúde Pública, v.25, n.5, p.953-964, 2009. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2009000500002

SILVA, L.A.P. et al. Imunização contra o HPV em escola pública de Paracatu-MG. Saúde Transf. Soc., v.7, n.3, p.176-181, 2016.

SOUZA AF; COSTA LHR. Conhecimento de mulheres sobre HPV e câncer do colo do útero após Consulta de Enfermagem. Rev. Bras. Cancerol., v.4, n.61, p.343-350, 2015.

TAQUETTE SR; VILHENA MM; PAULA MC. Doenças sexualmente transmissíveis na adolescência: estudo de fatores de risco. Med. Trop., v.37, p.210-214, 2004.

TRAJMAN, A. et al. Knowledge about STD/AIDS and sexual behavior among high school students in Rio de Janeiro, Brazil. Cad. Saúde Pública, v.19 n.1, p.127-133, 2003.

WILEY, D.; MASONGSONG, E. Human papillomavirus: the burden of infection. Obstet Gynecol Surv., v.61, p.3-14, 2006.

Downloads

Publicado

2018-08-09

Edição

Seção

Artigos